quinta-feira, 5 de julho de 2018

Projeto de Música


Este projeto foi elaborado com o intuito de trabalhar a leitura, escrita, oralidade, linguagem matemática, ciências, história, geografia e demais áreas do conhecimento, através da música.


Escola Municipal Antônio Euzébio
EMAE

Projeto
Cores e Sons
AUTORES DO PROJETO:
PROFESSOR DOMICIANO SANTOS E COORDENADORA PEDAGÓGICA NOHARA VANESSA GOES



 Salvador - 2018

"Quando não se encontra solução em uma disciplina, a solução vem de fora da disciplina"
(Jacques Labeyrie, apud Morin)

1. Apresentação

Como as primeiras manifestações musicais não deixaram vestígios, é praticamente impossível afirmar de onde nasceu a música. Sabe-se que desde os tempos passados, nas civilizações egípcias e gregas, que as atividades musicais são utilizadas na educação, e não só como fruição estética, vide a utilização da música e das artes na Grécia antiga dos tempos homéricos, como fonte de prazer, nos festejos, nos jogos e na cura, funcionando, desse modo, como um paliativo para o psicológico das pessoas.
O Brasil, um país que, devida a sua mistura de raças, é conhecido como um país essencialmente musical pela diversidade de seus ritmos, cores de uma geografia única e uma cultura que, mesclada com a participação da cultura indígena e africana, tem uma variedade de tons e instrumentos musicais percussivos que já fazem parte do cotidiano das pessoas.
A obrigatoriedade do ensino da música nas escolas brasileiras, surgiu com a lei nº 11.769, sancionada pelo ex-Presidente Luís Ignácio Lula da Silva, em 18 de agosto de 2008,  determina que a música deve ser conteúdo obrigatório em toda a Educação Básica, favorece aos alunos o contato com o fazer musical tanto como fonte de conhecimento e apreciação da estética, como no fruir artístico. Pensando no isso, a Escola Municipal Antônio Euzébio, a partir da escolha do corpo docente da escola, vem esse ano, apresentar o Projeto Musical “Cores e Sons”, objetivando um melhor desempenho nas atividades de sala de aula, no que tange principalmente a rica literatura de alguns gêneros musicais, procurando desenvolver a criatividade, a sensibilidade e a integração dos alunos na escola, junto aos conteúdos de Língua Portuguesa, desenvolvidos pelos professores em sala de aula.
O Projeto “Cores e Sons” surgiu das discussões docentes sobre a necessidade de aplicar um projeto capaz de somar o prazer da Arte com o conhecimento formal da escola e que fosse de interesse dos estudantes da Escola Municipal Antônio Euzébio. Pensando num tema voltado para as artes como ferramenta interdisciplinar nas escolas, escolhemos o tema da música como ponto de partida para somar ao aprendizado das outras disciplinas e possibilitar aos alunos o conhecimento de diversos estilos musicais que compõem a música popular brasileira.
Com a influência dos povos indígenas, portugueses e africanos, a participação desses povos na nossa cultura, a música brasileira desde a época do descobrimento veio se diversificar, se formar e se transformar nesse verdadeiro caldeirão musical que forma a música brasileira.
Com o término da segunda guerra mundial e a influência da cultura americana amplamente divulgada pelo rádio, cinema e televisão, a música brasileira foi incorporando outros sons, e foi perdendo um pouco da cultura europeia do século XIX que dominava o mundo à época e se limitava cultura de erudição das classes mais abastadas.
A partir dos anos 50 e 60 com o advento da Bossa Nova, influenciada pelo Jazz americano, e dos festivais universitários e televisivos, vemos uma grande revolução na música brasileira, principalmente na mescla de estilos e gêneros musicais. Gêneros e ritmos até então limitados às classes populares, acabaram por se transformar em música de resistência, com letras focadas principalmente na realidade brasileira da época, no que tange ao elemento político vigente e as diferenças sociais povo do sertão e menos favorecido.
Vindos majoritariamente dos bairros periféricos da cidade do Salvador, os estudantes pouco tem contato com as práticas artísticas fora da escola, ou tão somente só conhecem os ritmos e músicas que estão em evidencia nas mídias. Essas músicas, por uma questão que não cabe aqui esmiuçar, são muitas vezes fonte de um linguajar não apropriado para as crianças que estão na tenra idade e numa fase de formação moral.

2. Objetivos

2.1  Objetivo Geral
Reconhecer a música junto aos seus ritmos, estilos e gêneros como ferramenta auxiliar e transdisciplinar no aprendizado do aluno, favorecendo o ensino da Língua Portuguesa, enquanto texto, leitura e interpretação, quando do estudo da letra das canções, dando ênfase na produção textual, nominando conteúdos adquiridos, comparando as tipologias textuais, durante o 2º semestre de 2018 nos segmentos das séries iniciais do Ensino Fundamental.

2.2  Objetivos Específicos

·         Identificar estilos musicais, suas características regionais, seu alcance enquanto mídia no cotidiano das pessoas e nesse caso do público-alvo da Escola Antônio Euzébio;
·         Reconhecer gêneros textuais das canções; versos, trovas, prosa, literatura de cordel, texto falado (rap, hip-hop), etc.
·         Mostrar as diferenças entre diversos estilos e gêneros de música;
·         Apresentar diversos estilos musicais, seus criadores, suas experiências, seus estudos na construção musical;
·         Construir diferentes instrumentos musicais na criação de música percussiva;
·         Integrar os alunos especiais nas diversas atividades lúdicas durante o desenvolvimento do projeto;
·         Identificar a participação dos povos originários e africanos no caldeirão musical da cultura brasileira, observando vocábulos, expressões, dizeres, jargões, topônimos etc. adquiridos na construção da cultura brasileira;
·         Apontar fatores que distorcem as relações de gênero nas músicas que se utilizam de palavras de baixo calão e estimulam o preconceito e a discriminação;

2.3  Justificativa

Conforme pesquisas relativas às artes nas escolas constatou-se que há um grande desempenho dos estudantes quando em contato com as atividades artísticas. A música, nesse caso, vem contribuir para a melhoria do aprendizado, garantindo um melhor desempenho nas atividades da sala de aula.

3. Desenvolvimento

O Projeto “Cores e Sons” foi pensado pelo segmento docente da Escola Antônio Euzébio, contando com a colaboração dos alunos ao longo do seu processo, pretende, dessa forma, durante o ano letivo de 2018, construir um percurso que garanta uma melhor assimilação dos alunos dos personagens e poetas que compõem a Música feita no Brasil e nas suas diversas regiões.
É uma proposta de trabalho que em sua aplicabilidade prática transitará, à escolha docente, entre os diversos estilos musicais e o texto evocado nas canções escolhidas.
No que refere ao gênero musical, podemos apontar alguns estilos: samba, bossa nova, baião, xote, xaxado, samba de roda, MPB, sertanejo, axé, funk, etc.

4. Recursos

·         Cds
·         Aparelho de som
·         Garrafas descartáveis
·         Grãos (arroz, feijão, milho, etc)
·         Tampa de panela
·         Caixa de fósforo
·         Latinhas
·         Tampinhas
·         Caixas
·         Rolo de papel toalha
·         Outras sucatas

5.    Avaliação

Seguindo a concepção de avaliação adotada pela EMAE, a avaliação será processual e formativa a partir de relatos descritivos de cada etapa, das discussões do grupo, das atitudes diante do projeto, etc, a serem compartilhados no portfólio e no blog da escola. O professor deverá avaliar a participação, o envolvimento de cada aluno, a apropriação das habilidades leitoras relativas ao projeto e o desenvolvimento das habilidades da caderneta que estiverem associados às intervenções do projeto. Os alunos serão avaliados tanto de forma individual (a partir do desenvolvimento de uma postura crítica e construtiva) quanto de forma coletiva (a partir das ações desenvolvidas por todo o grupo).

6.    Conclusão

Ao término deste projeto, nós da EMAE esperamos que os alunos tenham compreendido a funcionalidade da música na vida cotidiana e tenham desenvolvido um gosto pela música e o hábito de ler como uma atividade prazerosa. Além disto, esperamos que eles tenham avançado no processo de aquisição da escrita como consequência das atividades propostas no projeto.

7.    Programação dos Gêneros Musicais

G5 - Cantigas de Roda
1° A - Samba
1° B - MPB
2° A, B e C - Axé
3° A e B - Forró
4° A - Sertanejo
4° B - Pop Rock
5° ano - Funk
Acelera - Gospel

8.    Cronograma das Ações Gerais:

O quê?
Como?
Quem?
Quando?
Status
Apresentação do Projeto aos Pais e envolvimento dos mesmos
§ Nas reuniões de pais, apresentar o Projeto de Música, envolver os pais na ação e convocar os mesmos à participação;
§ Compartilhar as ações do projeto;
Coordenação Pedagógica
3ª e 4ª Reunião de Pais 2018

Apresentação do Projeto aos alunos
§ Na sala de aula, cada professor apresentará o projeto aos alunos (prever no planejamento), informando o ritmo musical a ser trabalhado pela turma e as respectivas ações do projeto;
§ Iniciar um trabalho de pesquisa sobre o ritmo musical da sala, seus interpretes, sua história, suas principais canções, etc.
Professores (todos)
Primeira quinzena de Julho

Sexta da Música
§ Instituir a sexta-feira como a “Sexta da Música” (dia da semana que será inteiramente dedicada à execução das atividades do projeto). Os professores trabalharão seus conteúdos e habilidades do bimestre utilizando a música como um tema transversal.
Obs.: Isto não impede que o projeto também seja trabalhado nos outros dias da semana.
Professores (todos exceto a P2)
2º Semestre de 2018

Dia da Música na escola
§ Ao final do mês de julho, escolheremos uma data para envolver toda a escola no projeto e expor os trabalhos já realizados;
§ Cada classe fará uma apresentação como culminância do projeto.
Professores Regentes, Coordenação e Gestão
Primeira quinzena de Agosto

Meu Intérprete Predileto
§ Escolher um intérprete ou compositor de destaque dentro do gênero musical da turma e estudar a vida, obra e curiosidades;
§ Expor a biografia, fotos, textos e letras de canções na porta da sala;
OBS.: Escolher 1 intérprete ou compositor a cada bimestre.
Professores Regentes
III e IV Bimestre de 2018

Criação do CD da turma
§ Cada turma produzirá um CD com o estilo musical adotado pela classe, com uma coletânea das músicas mais trabalhadas durante o projeto;
§ Cada turma gravará uma faixa neste CD com uma canção cantada e/ou tocada pela própria turma.
Professores Regentes, Coordenação e Alexandre (apoio técnico na gravação do CD)
I Semestre

Cantinho da Música

§ Montar um Cantinho da Música em cada sala de aula com cartazes, pesquisas de cantores, letras de música do estilo musical de cada sala;
§ Inserir no planejamento semanal atividades diferenciadas para serem exploradas neste cantinho (mínimo 1 vez por semana).
Professores (todos)
2º semestre de 2018

“Eu também sou um compositor”
§ Os alunos em grupo produzirão uma música do referido gênero a ser lida e exposta nos corredores da escola;
§ As 3 melhores canções serão escolhidas pelos alunos da sala e estas serão postadas no blog da escola.
§ Eleger uma data para fazer um concurso das melhores composições.
Professores Regentes, Coordenação e Gestão
IV Bimestre

Oficina de instrumentos musicais
§ No mês de outubro faremos uma oficina para construção de instrumentos musicais e posterior exibição dos instrumentos confeccionados pelos alunos.
Professores Regentes, Professor de Artes, e Coordenação
III Bimestre

Culminância do Projeto: “Sarau da EMAE”
§ No final do semestre elegeremos um dia para a exposição dos trabalhos realizados e apresentação dos resultados do projeto.
Toda a escola.
Dezembro de 2018


9. Ações específicas de cada turma

Cada professor regente, com o apoio da coordenação, sistematizará ações específicas na sua sala de acordo com as especificidades de sua turma e contemplará estas ações no planejamento de curso e semanal.
Os professores de área e P2 também deverão sistematizar e planejar atividades voltadas para o projeto de acordo com as demandas de sua disciplina e dialogando com os professores regentes, de forma que haja uma consonância com o trabalho que está sendo realizado em cada turma.

10. Culminância

Ao final do semestre, cada professor será responsável pela apresentação dos resultados do trabalho desenvolvido no projeto, através da exposição dos trabalhos dos alunos, apresentação de peças teatrais, exibição de vídeos e fotos, interpretação de músicas, jograis, poemas, etc., entre outras formas de apresentação que serão escolhidas pelas respectivas turmas de acordo com o que foi trabalhado.

11. Sugestão de Sites

Sites sobre o tema para os alunos explorarem nas aulas no Laboratório de Informática:
http://www.qdivertido.com.br/cantigas.php - cantigas populares que fazem parte do nosso folclore.
http://musiqueducando.com.br/site/ - blog sobre educação musical nas escolas e musicalização infantil. 
https://www.sitediscoteca.com/ - notícias sobre os mais diversos assuntos do meio musical, resenhas de discos, debates com profissionais da área, etc.
https://www.infoescola.com/musica/historia-da-musica/

sexta-feira, 20 de março de 2015

Atividades sobre a Água